Iseminar 2011 vem ai

Olá pessoal, faltam menos de uma semana para o iSeminar. Um dos maiores eventos de tecnologia do nordeste que eu tenho o prazer de apoiar todo ano. Esse ano o evento evoluiu ainda mais, agora em um novo espaço com capacidade para mais de 1.400 pessoas entre outras novidades que vamos conferir a seguir. Para ter idéia do tamanho do evento confere a galera que vai palestrar esse ano.

E para não perder o costume realizei uma entrevista com André Fontenelle o organizador e criador do evento. Que vocês conferem logo abaixo :

No mundo Web é uma evolução muito grande, em um ciclo de um ano muita coisa muda, novos temas são inseridos no mercados. Ano passado temas como desenvolvimento web, mobile e designer estiveram presentes. Esse ano quais serão os temas abordados no evento?

André Fontenelle: Neste ano, vamos aprofundar ainda mais o tema mobile, será tema do evento principal e ainda criamos um workshop exclusivo para o tema. Também estamos abordando Mídias Sociais, Acessbilidade, Desenvolvimento de alto nível, Blog e Interação. Este ano os temas estão muito bem divididos, em:

– Empreendedorismo
– Acessibilidade
– Mercado Mobile
– Mídias Sociais
– Publicidade online
– Desenvolvimento Web
– Blog e interação

Acho que abordando estes temas, estamos falando com todos do mundo Geek.

Como todo ano auditório sempre lotado, como já anunciado no twitter. O iSeminar terá um novo espaço no teatro da ufpe, além dessas quais serão as novidades relacionadas a estrutura no evento ?

André Fontenelle: A mudança para o Teatro da UFPE foi bastante significativa, além do espaço ser maior, há o conforto dos acentos, uma melhor visibilidade do palco, dos palestrantes e internet Wifi. A experiência do usuário conta muito e desejamos atingir esta expectativa neste novo espaço.

O iseminar já foi um evento que tinha um foco muito grande em design + desenvolvimento web, com o passar do tempo o evento evoluiu bastante. Hoje como você classifica o iseminar?

André Fontenelle: Atualmente o iSeminar é um evento de tecnologia mais abrangente, feito para o público que interage com mídias sociais, que desenvolve projetos web, aplicativos para dispositivos móveis, enfim tudo que abrange o mundo Geek.

O que você diria para aquela pessoa que ainda está com dúvida em ir ao evento ?

André Fontenelle: Eu sugiro a todos os profissionais, seja de qual área for, tirar alguns dias do ano para conhecer outras realidades, novas pessoas, novas idéias, fazer networking e o iSeminar é o lugar ideal para isto.

Então ficou com vontade de ir para o evento ?

O iSeminar acontece no dia 22 de outubro de 2011
Horário: 08:30h ás 18h
Local : Centro e convenções da ufpe

Mapa do local :


Ver mapa maior

Agenda : http://www.iseminar.com.br/v2011/#/agenda/
Workshop : http://www.iseminar.com.br/v2011/#/workshop/

Ps: Roubei a imagem do post do Irving Suna

Mauro Jorge ganhador do Notebook no iSeminar

mauroTodo mundo queria mas só ele levou, Mauro Jorge (@maurojorge01) foi o ganhador do notebook sorteado pela Faculdade Marista no iSeminar 2009. Ele é de João Pessoa, e no iseminar tivemos uma verdadeira invasão Paraibana, o ganhador do iPod também foi de João Pessoa. Parabéns a galera que veio de outros estados feliz pela aceitação do evento.

Tive um papo rápido com o ganhador do note:

Fale um pouco sobre você ?

Mauro : Moro em João Pessoa – PB, estudo na faculdade de tecnologia de João Pessoa Fatec-JP, estou no 4º período do curso de sistemas para internet, atualmente estou estagiando na Justiça Federal da Paraíba.

Como ficou sabendo do iSeminar?

Mauro : Conheci o iSeminar através de amigos da faculdade, mais nunca tive oportunidade de ir até o momento que o professor Flávio Mendes organizou a viagem para ir ao iseminar.

Qual foi sua impressão sobre o evento(iseminar)?

Mauro : Tive uma boa impressão, foi bem organizado, e a partir de agora vou comparecer no próximos iseminar que tiverem no futuro…

Qual a palestra que você mais gostou e por que ?

Mauro : A palestra que mais gostei, foi a do Vicente Maciel, porque mostrou a nova ferramenta Adobe Flash Catalyst, que não conhecia e vi a facilidade que a ferramenta traz para criação e desenvolvimento.

Entrevista com o iSeminarista Aloysio Chagas

Aloysio Chagas (@aloysioChagas) Coodenador de RIA da Caju, umas das jovens empresas de destaque na região, foi professor de Flash por um bom tempo no Imedia Recife, um apaixonado por Flash, se liga muito engines 3D, não resiste arroz piamontese e um grande brother.

fotoaloysio

Quais os principais trabalhos da Caju?

Aloysio Chagas : A Caju não tem um projeto principal, para nós cada projeto teve sua importância. Os primeiros projetos, como Apotheke e Humberto Zirpoli tiveram uma grande importância pra iniciação da Caju. Os projetos atuais vêm cada vez mais contribuindo para consolidação e projeção trazendo cada vez mais novos frutos.

Como se sente sendo sócio tão jovem de uma empresa como a Caju?

Aloysio Chagas : Sinto uma enorme satisfação. A Caju é ainda uma agência jovem e em crescimento. O fato é que as coisas estão acontecendo muito rápido e vejo o quanto é importante ter ao seu lado pessoas tão jovens quanto eu, mais com visão, cheias de idéias e de extrema competência para que isso tenha dado certo.

Qual o planejamento da Caju para enfrentar o mercado?

Aloysio Chagas : A Caju iniciou com um proposito e o colocamos em prática até hoje, creio que isto seja o nosso plus. Nossa política e perfil nos coloca na posição de parceiro e não de concorrente, para nós o mercado não é uma guerra, tem job para todos. Infelizmente não posso sair falando tudo, mais posso adiantar que vem algo massa que ainda não fizemos.

Quais são suas apostas para o futuro em aplicações RIA?

Aloysio Chagas : Com o crescimento da Internet, cada dia as RIA ficam mais robustas, alia-se ao fato das novas tecnologias que surgem a cada minuto. Aplicativos que jamais pensávamos em usar, hoje somos dependentes. Acredito que com o surgimento dessas novas tecnologias e com Internet abrangendo todos os locais, novos tipos de dispositivos surgirão e teremos que estar preparados para recebê-los e desenvolver aplicações de alto impacto para estes.

Faça um resumo da sua palestra?

Aloysio Chagas : Vai ser uma palestra técnica mostrando como integrar a API do Youtube com Actionscript 3.0. Vemos sempre o surgimento de aplicações para web que usam esse serviço, então, de forma simples e básica, irei mostrar como isso funciona, além de mostrar cases onde estes serviços foram utilizados.

Porque ir ao iSeminar?

Aloysio Chagas : O maior motivo de se ir ao iSeminar – maior evento de web do Nordeste é saber o que está rolando no mercado atualmente. Profissionais de diversas áreas estão neste evento e é possível trocar idéias sobre novos conceitos e novas tecnologias. Um outro bom grande motivo é rever os amigos e fazer networking!

Essa entrevista encerra a série de entrevista, por questão de tempo não deu para entrevistar todo mundo, mas fica ai nossa contribuição com o evento.

Que amanhã seja um grande dia.

AMANHÃ ISEMINAR 2009 !!!

Entrevista com o iSeminarista Vicente Maciel Jr.

Vicente Maciel Jr. (@macieljr), paulista mas baiano de coração. Especialista em RIA, web-developer ha 14 anos, instrutor ha 16 anos (ha 9, certificado Macromedia/Adobe). Foi proprietário da Transnology, empresa de treinamento autorizado da Macromedia pioneira na região Norte/Nordeste, localizada em Salvador, que foi fechada em 2004.Em seguida foi consultor técnico da Macromedia. Viveu por um bom tempo dentro da Macromedia, empresa que futuramente seria comprada pela Adobe. Hoje trabalha no desenvolvimento de projetos RIA com Flex, AIR, Flash, Flash Media Server e ColdFusion.

vicente_iseminar

Agradecimentos especiais para Pedro Alexandria(@pedroalexandria) e André Fontenelle(@alfontenelle) que ajudaram na entrevista que vamos ver abaixo.

Destaque alguns projetos que você trabalhou recentemente?

Vicente Maciel Jr.: Atualmente, estou finalizando o projeto de sistema de leilão integrado (SIL), junto com o meu sócio – O Jefferson Petilo (@jpetilo) que também estará palestrando no evento – que pertence a uma empresa que pratica os leilões do TRT (região 5). Trata-se de um sistema complexo, com front-end em Flex, back-end ColdFusion e banco de dados Oracle. Costumamos citar que esse é o projeto no qual pudemos explorar as tecnologias que dominamos – e que estaremos falando a respeito no evento – ao nível mais alto que já pudemos aplicá-las.
Outro projeto muito interessante no qual eu e o Jefferson estamos envolvidos desde 2007, é o projeto por ele iniciado, no qual eu contribuo: o CFShark. Um conjunto de padrões aplicados que define uma estrutura de desenvolvimento de aplicações na arquitetura MVC (Model-View-Controller), que além de otimizar o trabalho do(s) desenvolvedor(es), também a padroniza com convenções do mercado internacional de desenvolvimento de aplicações web, valorizando ainda mais o projeto no qual é empregada. Adicionalmente, o CFShark é constituido de um gerador de código capaz de gerar até 80% de qualquer aplicação simplesmente a partir da modelagem do banco de dados que estará atrelado à mesma, gerando tanto o código ColdFusion (DTOs, DAOs, Controllers, Services) quanto o código Flex 3 abstraindo o Cairngorm.
Nosso próximo projeto, já com o codenome de CFBear, irá implementar o recurso de ORM do ColdFusion 9 (recém-lançado) e do Flex 4, provavelmente aumentando ainda mais o percentual de capacidade de geração de código.

O que você tirou como experiência em trabalhar em uma empresa como a Macromedia ?

Vicente Maciel Jr.: Sem dúvida, dentre muitos dos benefícios de ter trabalhado em uma multinacional como a Macromedia, o maior deles foi a experiência de aplicação das suas tecnologias nos mais diversificados e complexos ambientes de produção possíveis, desenvolvendo projetos pilotos, solucionando problemas técnicos e evangelizando o correto uso dessas tecnologias. Para isso, tinha acesso direto e permanente com equipe de engenharia responsáveis por todos os produtos disponibilizados na época e isso me permitiu ter acesso à um número de informações que me são úteis até hoje. Pude acompanhar de perto a evolução do Actionscript, do Flex, Flash, AIR, ColdFusion e Flash Media Server, desde a concepção de recursos que hoje os tornaram revolucionários. Me considero tão afortunado por esta experiência, que hoje procuro compartilhar essa informação e know-how, o máximo que posso, através da participação em eventos como o iSeminar. É minha forma de agradecer tamanha sorte que tive por esta oportunidade que até hoje me garante bons frutos. Por isso me empenho em comunidades (hoje não tanto quanto gostaria, pois já fui muito mais ativo), e no nosso grupo de usuários, o RIA-BA (http://bit.ly/ria-ba).

Com sua experiência no mercado web. Fazendo uma análise nos últimos 10 anos é possível prever o que vem por ai ?

Vicente Maciel Jr.: Sempre que tendo responder essa pergunta, descubro que eu não estou apto para arriscar um palpite. A evolução é tão grande e tão rápida que o que às vezes pensamos que seria o próximo passo, já é a realidade de alguém em algum lugar. Assim, compreendi que essa tarefa requer tanto estudo que hoje só seria possivel para um especialista ou alguém que realmente tenha tempo para abstrair bem a realidade, analisar tudo o que está disponível tecnologicamente, considerar o que está sendo desenvolvido e ainda considerar as necessidades que esse conjunto de informações acaba gerando para o futuro. Esse definitivamente não sou eu hoje. Quem sabe em um futuro.
O que eu posso responder é quanto ao futuro do cenário que eu vivo hoje: o desenvolvimento de soluções RIA com as tecnologias fornecidas pela Adobe. É excitante ver que a Adobe está alcançando, em pouco tempo (relativamente) o que empresas como Microsoft e Sun perseguem ha anos: Uma plataforma cada vez mais unificada e concisa para desenvolvimento de soluções Web/Desktop/Mobile, mantendo um aspecto muito interessante tomado como primordial para as origens dessas plataformas, que é a facilidade e simplicidade de desenvolvimento. Premissas de empresas como a Allaire, onde originou-se o ColdFusion, e a Macromedia, onde originou-se o FlashPlatform. O FlashPlatform da Adobe, como demonstrado no MAX2009 – que este ano foi sensacional, conseguindo superar o sucesso dos anos anteriores – é e será cada vez mais a tecnologia base de desenvolvimento, não apenas na área de programação, mas também no que se refere à conteúdo gerado pelos softwares de edição de imagens, vetores e vídeos.
O próximo passo do FlashPlatform, que através do Actionscript já é totalmente consistente na Web (conteúdo visual/interação), no Desktop e nos dispositivos móveis, será tornar-se uma linguagem também server-side, unificando então, toda a sua linha de produtos.
E isso é apenas uma das coisas que a gente pode esperar quanto ao FlashPlatform, dentre muitas outras que ainda não podem ser discutidas abertamente.

No região nordeste, as agências de web pagam em média R$1.500,00 a um programador. A pespectiva de aumento salarial para um valor realmente significativo são mínimas. Raras exceções conseguem se destacar e se promover. Para você qual o caminho para evitar isso e qual conselho você daria aos profissionais que querem seguir esta profissão com sucesso pessoal e financeiro?

Vicente Maciel Jr.: Se eu tivesse que falar por mim, ou seja, tomar como exemplo que atitude eu tomo/tomei para que eu não fosse atindigo por esse vício do mercado em não valorizar os profissionais, eu apontaria o seguinte:

a). A especialização e o maior domínio possível que um determinado nicho de mercado foi primordial para que eu pudesse de certa maneira me proteger de enfrentar a desvalorização do profissional de TI no Nordeste. Um erro que vejo muitos iniciantes na área cometerem, é querer “ser especialista” em tudo, quando isso é praticamente impossível, além de imediatamente levantar a suspeita de que na verdade se está “atirando para todos os lados”. Eu por exemplo, escolhi o ColdFusion como tecnologia para programação server-side e o Actionscript para desenvolvimento de client-side (interfaces). Trabalho com essas tecnologias há 14 anos e hoje sou chamado para atender a uma faixa de mercado que paga um pouco melhor, sendo que a diferença do que eu consigo negociar para um mesmo trabalho aqui no Nordeste, comparado ao mesmo trabalho na região Sul/Sudeste, ainda é muito grande.

b). Atualização permanente quanto ao mercado que escolheu atender, conhecendo bem as tendências, estando antenado para as novidades que não conseguimos prever. Muitos acham que já fazem isso simplesmente “dando uma lida” em algum artigo sobre o assunto. Daí surgem os especialistas teóricos que não apenas cometem equívocos na sua própria decisão, como podem levar clientes e parceiros a cometerem equívocos semelhantes. Isso é muito comum, infelizmente. Ponha a mão na massa. Participe de grupos de discussão à respeito. Conheça bem os ponts positivos e negativos de tudo o que surge por ai. Eu hoje, todo o santo dia, não deixo de dedicar pelo menos 2h por dia para estudos deste tipo.

c). Não isolar-se. Esteja sempre conectado com profissionais da sua área e comunique-se com eles. Participe de grupos de usuários dedicados aos assuntos com os quais você está diretamente envolvido. Participe de eventos. Dê sua opinião e desperte as críticas e elogios provenientes dela. Saiba construir a sua própria opinião através disto, e esteja preparado para defender seu ponto de vista, bem como revê-lo.

d). Distribua o máximo possível o seu conhecimento. Você só se torna referência se as pessoas souberem que você tem a resposta, ou é capaz de buscá-la. Quem quer vender, expõe o produto. Se você é o seu produto, então exponha-se.

Fale um pouco de sua palestra no iseminar ?

Vicente Maciel Jr.: De todos os momentos que já vivi como evangelista de produtos Macromedia/Adobe, este é sem dúvida o que mais tem me deixado empolgado pois finalmente, nós que já somos desenvolvedores na área há anos, estamos vendo realizado, cada vez mais os desejos e expectativas que tinhamos para esses produtos há anos atrás.

Neste evento, quero ter a oportunidade de transmitir aos presentes a mensagem que a Adobe vem disseminando junto com as novidades anunciadas em seus produtos: INSPIRAÇÃO. Esse foi o tema do MAX (evento internacional mais importante da Adobe) e é o foco principal das novidades nos produtos.

Vou começar mostrando o que talvez seja a mais impressionante ferramenta para o planejamento e desenvolvimento de RIAs (Rich Internet Applications) da atualidade: O Flash Catalyst. Esta ferramenta coloca definitivamente o designer e suas diversas especializações como foco no sucesso do desenvolvimento de uma solução RIA de sucesso.

Com a concepção de um RIA finalizada no Flash Catalyst, vamos exportar o projeto para o Flash Builder – nova versao da IDE de desenvolvimento Flex anteriormente chamada de Flex Builder – para mostrar suas principais inovações. Neste momento, vamos entender fatores como o porque da mudança de nome do produto, quais foram as principais modificações realizadas na tecnologia Flex, analisando justamente, quais foram as principais inspirações da própria Adobe para implementar as evoluções e recursos fantásticos que estarão sendo apresentados.

Ao final desta minha apresentação, teremos como resultado uma aplicação RIA, integrada com Banco de Dados através do ColdFusion, sobre o qual falarei brevemente pois será o tema da apresentação do meu amigo e sócio Jefferson Petilo logo em seguida. De certa maneira, eu e ele estaremos fazendo nossas apresentações de forma integrada.

Iremos trabalhar com uma mistura de uso dos Slides e prática dos softwares para ao mesmo tempo sermos o mais informativos possível e inspiradores, para que os presentes no evento sintam-se motivados a experimentarem, evoluírem e/ou aperfeiçoarem seus conhecimentos nas tecnologias apresentadas.

Irei encerrar falando brevemente sobre as novidades do FlashPlatform no MAX 2009, e anunciando a realização de um workshop sobre desenvolvimento RIA com Flex e ColdFusion, em data à ser anunciada, em Recife pela iMedia.

Espero conhecer bastante gente lá e reencontrar amigos de oportunidades anteriores. Estou ansioso para este evento e farei o melhor para que os participantes saiam de lá inspirados e motivados.

Obrigado pela oportunidade da entrevista, e um agradecimento especial ao André Fontenelle da iMedia pelo convite!

Lembrando quem ainda não confirmou a presença, corra que restam as últimas vagas para o iSeminar.

http://www.iseminar.com.br

sigam : @iseminar

Entrevista com o “iSeminarista” Irving Suna

O segundo entrevistado dos iSeminaristas é Irving Suna, Flasheiro “das antigas”, hoje sócio e designer da Fishy, uma das maiores empresas de web do nordeste. Não nega um bom rodízio de sushi, fã de Beatles, goleiro salvador das peladas, alvirrubro de coração, um cara super simples e é um verdadeiro baú de ídeias. Abaixo 5 perguntinhas para ter uma prévia do iSeminar 2009.

irving

Comente e link abaixo, alguns de seus trabalhos que tiveram maior destaque.

Irving Suna: O ano de 2009 tem sido muito legal pra Fishy. É uma tarefa difícil selecionar os que tiveram maior destaque, pois além de gostar de muitos deles, todos tiveram um bom retorno… mas vou tentar filtrando apenas projetos desenvolvidos em 2009. No início do ano lançamos o novo portal da Globo Nordeste, o pe360graus (www.pe360graus.com), onde toda a tecnologia (GWM 2.0), arquitetura da informação e design é nosso. Em seguida lançamos o website B2B da Globo Tv International (www.globotvinternational.com), a principal interface com os clientes Globo no mundo. Em fevereiro, fizemos a primeira Realidade Aumentada do N/NE para o Festival de Verão do Recife. Mas é impossível não falar do site da Trescaras, Portocainarede, os projetos da Pitú, Bolvana e da ação do Prêmio de Mídia da Globo Nordeste, com as ações dos Monstros da Propaganda (game em realidade aumentada) e Liga dos Mídias. Vou parar por aqui, para num falar do Plaza Shopping… como falei, não é uma tarefa fácil!

Você já palestrou em outros iseminars, o que o iseminar desse ano tem de especial ?

Irving Suna: Sim, sim. Foi em 2006, o evento chamava-se o iSeminar Adobe Road Show. Participei os dois dias, no primeiro um papo sobre processo de criação e no segundo, um workshop mostrando como foi desenvolvido o site do iSeminar com Neto Leal (que também está no iSeminar 2009). O iSeminar vem evoluindo a cada ano, assim como os recursos tecnológicos disponíveis para desenvolvimento. Acho que esse ano a programação está bem completa, com conteúdo diversificado que atende tanto criadores como desenvolvedores.

Fale um pouco sobre sua palestra ?

Irving Suna: A palestra é sobre proporcionar experiências diferenciadas na web para fortalecer marcas. Utilizar os diversos recursos disponíveis para que, associados a uma boa idéia, proporcione entretenimento, gere identificação, aproximação e interação com a marca do cliente.

Como a Fishy utiliza e trabalha com seus clientes em cases de sucesso usando novas mídias(redes sociais)?

Irving Suna: Basicamente acredito que o conceito de redes sociais é uma coisa mais abrangente do que muitas definições que já vi por aí. Uma boa definição é “meios que reúnem pessoas em torno de assuntos e interesses em comum”, um prédio pode ser uma rede social, porque não? Partindo desse princípio, tivemos ações desenvolvidas utilizando apenas redes sociais já existentes como twitter, facebook, orkut, youtube, etc (como ferramenta principal e/ou viral), como o Porto Cai na Rede, em parceria com a Dáblio, e redes sociais “particulares” (na falta de uma palavra melhor), que são aquelas criadas num ambiente particular, como no caso do Chegou o Natal (Shopping Tacaruna e Pe360graus), Eu sou Fera (Globo Nordeste/pe360graus) e o próprio Liga dos Mídias do Prêmio de Mídia.

Porque ir ao iseminar?

Irving Suna: O iSeminar é um dos principais eventos para desenvolvedores web do ano, seja ele criador ou programador. Acho, inclusive, que o campo de atuação dele não se restringe ao mercado web, uma vez que criador de qualquer área pode desfrutar de idéias e conceitos apresentados num evento como este.

Entrevista com Neto Leal, um dos “iSeminarista”

Neto Leal é recifense, músico nas horas vagas e gosta de tatuagens. Seu time de coração é um mistério, fã de bolo de rolo e, além de tudo, é Desenvolvedor Flash. Isso mesmo! Com “D” maiúsculo. Foi instrutor do iMedia por 4 anos e passou em agências como: Agência Click , Gringo , Hello e Cubo.cc.

neto

Neto vai ser um dos palestrantes do iSeminar 2009. Continuando a série de entrevistas especiais, abaixo temos a nossa entrevista. Agradecimento especial a Dui do Studio Aurora e Pedro Alexandria da mooz que me ajudaram nas perguntas.

Você nota alguma diferença no mercado local desde quando você saiu de Recife?

Neto Leal : Recife é e sempre foi um grande pólo tecnológico. Outro dia, no twitter vi alguém comentando que Recife é a capital dos Flashers, e não é por acaso.
Não sei se posso dizer que percebo mudanças no mercado de Recife pois não o vivo no dia-a-dia. Mas, aqui em São Paulo, chegam a mim notícias de excelentes projetos em parceria com empresas de Recife como a Jynx, Meantime etc. (Inclusive outro dia recebi a visita de uma pessoa da Jynx na CUBOCC, o que me deixou triste por perceber que perdi um pouco do meu sotaque =()

Mas algo que percebo muito é a união e interesse da comunidade. Isso é único em Recife. Em nenhum outro lugar do Brasil tenho notícias de uma comunidade de desenvolvedores/estudantes/entusiastas tão ativa e me orgulho muito de ter participado disso e de certa forma “plantado” isso em Recife. Todos estão de parabéns!

Quais as principais diferenças que você enxerga nas agências locais com as agências de São Paulo?

Neto Leal : Isso bate um pouco com o que respondi acima. Aqui em São Paulo as agências procuram extender seus projetos para todas as mídias. Projetos de destaque e vencedores têm como característica atingir o usuários em diversas plataformas. Seja online, offline (tv, cinema, impressos) ou social (blogs, orkut, twitter etc). Essa nova forma de enxergar o potencial de mídias alternativas é algo presente por aqui.
Por exemplo: Muitas vezes é muito mais efetivo apostar na viralização de um projeto através de um “post pago” num blog de alta visitação do que anunciar num banner na home da globo.com.

Um outro fator importante é em relação aos prazos e condições de desenvolvimento. Quando um projeto entra pra ser “concebido” nas agências, toda equipe é consultada para, em cima do escopo inicial montado a partir de um briefing detalhado, estimar quanto tempo cada um precisa para desenvolver o que foi planejado. Idealmente, essa
estimativa é seguida a risca pelo bem do projeto. E a partir disso o cronograma é montado e apresentado ao cliente. Quando falo de condições de desenvolvimento, me refiro a todo o material/pessoas envolvidos para o sucesso do projeto, internamente ou externamente.
Equipes de 3D, som, animação, engenharia, arquitetura etc. Montar sites de sucesso, não se resume a bons programadores. Mas de um planejamento bem feito e uma execução impecável.

Qual o profissional mais valorizado nas agências? O especialista ou o Multiuso (aquele que sabe tudo um pouco).

Neto Leal : Sem dúvida o especialista. Já é provado que quem faz de tudo um pouco, faz tudo pela metade (ou menos). Por exemplo: Para um Motion Designer, é muito mais instigante se preocupar somente com as animações do
projeto do que pedir para ele programar a estrutura de navegação enquanto anima os rollOvers dos botões. Ele não vai fazer nenhum dos dois bem feito.

Dos produtos interativos oferecidos pelas agências, qual é o que  você se diverte mais no desenvolvimento?

Neto Leal : Eu, pessoalmente, adoro a parte estrutural do projeto. Gosto de me envolver com o framework base do projeto e participar de todo o resto como gerente. Costumo brincar que a maioria das coisas que eu faço são invisíveis aos leigos. Mas sem a minha parte, nada no site funcionaria. E isso basta para mim. Um fato engraçado é que muitas vezes que mostro meus trabalhos aos amigos, eles dizem: “Ah que bacana!! Foi você que fez esse efeito irado no menu?” Eu respondo rindo: “Não … eu só dei ‘play’ no que o animador fez” =)

Por que ir ao iSeminar?

Neto Leal : O iSeminar é um evento diferenciado. Participei das primeiras edições e é sempre um imenso prazer. Ano passado fiquei muito triste de não poder participar. Este ano estou preparando um material que compense a ausência anterior. Meu desejo é passar um pouco da experiência que adquiri durante esses anos em agências importantes para todos de Recife (e vizinhos). Aguardo ansiosamente o momento que irei novamente subir ao palco do iSeminar e dar de cara com tantas pessoas que de alguma forma me conhecem e que estão ali para me ouvir falar. Isso é mais do que recompensador!

Aguardo todos lá!
Neto Leal

Lembrando: Quem ainda não está seguindo o iSeminar no Twitter, não perca tempo. Também está rolando promoções no Twitter, então adiciona logo @iseminar.

Concurso “Porque ir ao iSeminar 2009 ?”

Gente o blog vai sortear um convite para o iSeminar 2009 + uma camisa “I love Flash”, para participar responda com um comentário “Porque ir ao iSeminar 2009?” a melhor resposta leva o prêmio.

Obs. para concorrer preencha o e-mail corretamente.

banner-iseminar

Também está rolando um concurso no Twitter do iSeminar 2009 @iseminar

O resultado sairá no domingo dia 18 de outubro.

Então vamos lá galera !!!

“Porque ir ao iSeminar 2009?”